Democracia x Politização

Idealmente, a melhor forma de governo seria aquela em que conseguíssemos dispor da liderança das pessoas mais qualificadas, mais comprometidas, mais amadurecidas e mais eficientes. E onde está o dispositivo ou o vidente que pode certificar isso!? Então, passados séculos de reis e ditadores, concluímos que a democracia é a melhor forma de governo.

Acontece que a democracia não é um fim em si. Ela não é diamante, mas talhadeira. Não é montanha, é corda. Não é destino, é caminho. 

Como bem ensina Olavo de Carvalho, a democracia é estatal. Só o estado é democrático. Não existe condomínio democrático; existe condomínio regulamentado dentro de um estado democrático. Não existe escola democrática; existe a escola inserida num estado democrático. Isso porque as pessoas e as instituições são o que são, estão contidas em si, mas a democracia não. Ela é apenas uma ferramenta. É o estado que garante a existência do condomínio e da escola, não a democracia.

Só que a ideologização de tudo faz acreditar que exista escola e condomínio democráticos porque há eleição para suas lideranças. Acha-se que eleger é sinônimo de democracia em todas as esferas. E acha-se que democracia é sinônimo de excelência. Você imagina uma família eleger quem será o líder entre pai, mãe, filho, enteado, enteada e sogra? Você imagina uma empresa eleger o líder? E uma associação de bairro? Ah, essa você imagina! Nós nos acostumamos com a politização das instituições e existem instituições que efetivamente são aptas ao voto, mas outras não. 

Por isso que democracia é apenas ferramenta, porque ela pode ser útil para determinadas tarefas e outras não. A democracia não é um sinônimo de excelência, não é água que qualquer um pode beber.

Se tivéssemos eleições em tudo que é instituição, politizaríamos tudo. Haveriam partidos, discussões ideológicas, demagogia e até campanha corruptível em tudo. Não é que a democracia, em si, cria isso. É que o ser humano vive um estágio evolucionário (cultural e moral) em que ainda é assim.

Politizar tudo significa transformar tudo em algo passível de debate. Acontece que a sabedoria e a experiência, a maturidade e a bondade, a eficiência e a profundidade de reflexão não são passíveis de compreensão e debate entre pessoas que possuem valores diferentes. Os próprios valores dependem de condições pregressas para serem elaborados e internalizados. Por isso – simplesmente por isso – não se pode querer que todas as instituições sejam democráticas, porque perderíamos a sucessão cultural, deixaríamos de transportar o conhecimento dos mais experientes para os mais novos, comprometeríamos a disponibilidade de quem já adquiriu condições mais apropriadas de servir de referência em detrimento da ilusão demagógica de que a maioria é quem deve decidir. 

Um estado com excesso de politização é aquele que quer substituir todas as demais instituições. Sustenta os filhos ao invés dos pais os sustentarem. Dá acesso à renda e a tudo, ao invés do esforço pessoal. Quer produzir e lucrar, ao invés da livre iniciativa. Embora fundamente a pretensão politizadora de tudo na facilidade de acesso a todos, a ideia central é permitir que se consiga atingir picos sociais sem esforço laboral ou intelectual, apenas com o sucesso demagógico e aí reside um dos principais problemas da democracia.

Soa interessante também que as ideologias políticas são radicalmente contra todas as outras que não lhes são concordes (como as religiosas, as científicas, as morais e mesmo as outras ideologias políticas) e exigem que o estado seja livre de tudo o mais que não for o que pregam.

Por incrível que te possa parecer, a politização é avessa à democracia. Formar grupos unidos por interesses ideológico-políticos que se sucedem repetitivamente no poder é transformar o estado democrático em fonte de investimento e renda, é deixar de lado o fundamento básico da democracia que é a mudança das lideranças através do voto para transformá-lo num fim em si. Aí, a democracia deixa de servir para a evolução do estado e passa a ser mera ferramente de ascensão ao poder. 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s