Querer ser e ser

Isso não é uma crítica, embora pudesse ser e para alguns pareça. Eu não tenho críticas às críticas que são feitas com boa intenção… as ditas construtivas. E quase não tenho também às demais. São as críticas que motivam as mudanças. Os elogios costumam deixar tudo como sempre foi. Mas isso não é uma crítica, lembre-se.

Se você é daqueles que costumam escolher sua profissão, seus hobbies, suas companhias e tudo o mais com base na facilidade e na segurança, você se sentirá criticado. Mas não o estou criticando.

O mundo é feito por quem quer mais. O mundo é feito por quem não se acomoda. O mundo é feito por quem ousa, quem está descontente, quem levanta a faz.

A mentalidade que cria um empreendedor é totalmente diferente da mentalidade que cria um sindicalista. A mentalidade que cria um líder é diferente da mentalidade que cria um teórico. Ser pai é diferente de ser filho. Ser resoluto é diferente de ser reclamão.

Um Estado que é composto por pessoas que entram em seus quadros porque pensam na aposentadoria e na segurança financeira está fadado ao insucesso. O principal atributo de um servidor estatal deveria ser servir, por certo. Mesmo o ser humano que entra nos quadros funcionais do Estado para servir, se ele não incorpora desafios se acomodará… e o Estado se acomodará, porque o Estado são os homens que o constituem.

Sempre irei apoiar a causa que pede melhor remuneração para os professores, os policiais e os profissionais da área da saúde. Aos professores, principalmente e especialmente, dou irrestrito respeito. Mas professores que só sabem fazer greves para pleitear melhorias assinam um atestado de incompetência. Demonstram que não estão aptos a ensinar os jovens a resolver problemas, pois não sabem sequer resolver os seus.

A educação brasileira é meramente formal há décadas. Dizem que foi a ditadura militar quem causou isso, mas a ditadura acabou há décadas e a coisa só piorou. A melhor maneira de se valorizar é mostrando que se faz bem sua atividade. Quer ser valorizado, mostre o seu melhor… dê justificativa ao seu pleito.

Na iniciativa privada você conseguirá aumento se for um bom profissional e não o conseguirá se não for. Por mais inconveniente a alguns que seja a discussão meritocrática é o único – absolutamente o único – método efetivo que conhecemos de desenvolvimento.

Quando vejo sindicalistas parando trânsito e bradando por direitos me pergunto em que ponto da adolescência aquele ser humano estacionou. Ele ainda acha que tem de reclamar pro papai resolver os seus problemas? Ele ainda acredita que quanto mais chorar maior a chance de ser atendido? Ele ainda se vê como vítima da ingerência dos outros sobre a sua vida?

As mulheres conseguiram o que queriam. Os negros conseguiram o que queriam. Os gays conseguiram o que queriam. Foram décadas e séculos de enfrentamento – respeito se conquista. Enquanto alguns acreditam que foi enchendo o saco dos outros que se evoluiu, acredito que as mulheres, os negros e os gays conseguiram demonstrar o seu valor sem discriminações, fixando no coração dos seus ex-opressores a semente da igualdade. Não foi uma guerra, foi uma conquista. Se fosse uma guerra o lado vencedor oprimiria o lado vencido, como se tenta muitas vezes fazer. Mas, felizmente, a maioria foi tocada em seus corações pela evolução social.

O mundo cansou de mimimi e de chororô. O mundo espera que cada um de nós seja o que quer ser. Espera que tenhamos coragem e postura próprias. O maior país do mundo é governado por um negro. O nosso por uma mulher e, antes, por um retirante nordestino. O tamanho do sonho norteia o tamanho da conquista.

Liberte-se da ideia de que os outros, o Estado ou o patrão tem de resolver os seus problemas… apresente as soluções. Chame pro seu redor aqueles que lhe darão forças para tal e ouse ser tudo que um dia sonhou, com seu próprio suor, olhando para as pessoas ao seu redor como companheiros de batalha e não como inimigos a serem superados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s