A Burguesia

De origem francesa, a palavra designa a classe social dos detentores do capital. Na Wikipédia está que surgiu nos séculos XI e XII na Europa e por volta do século XVIII no ocidente. Marx usou o termo para classificar a classe social “materialista” que detém os meios de produção e esse conceito é até hoje referência de boa parte dos ideários políticos da esquerda brasileira.

Só que o mundo mudou muito nestes 150 anos posteriores a Marx…

Nas comunidades mais simples do Brasil, onde a antiga dona de casa passou a vender comida em forma de marmita para os vizinhos que trabalham no comércio.

Para a cabeleireira que atende na sua garagem e subcontrata uma manicure.

Para o trabalhador da roça que se mudou para a cidade, começou a vender lanches e abriu um restaurante.

Com o pedreiro que passou a trabalhar por conta e, diante da demanda, subcontrata outros pedreiros e serventes.

Com o antigo pequeno agricultor que, ano após ano, arrendando as terras vizinhas e obtendo êxito no plantio, adquiriu novas terras e enriqueceu.

Para a confeiteira que abriu uma rede de cafeterias.

Para o retirante nordestino que se tornou metalúrgico, sindicalista e depois presidente do país.

A burguesia merece esse novo conceito. Que leva em consideração que, nos dia de hoje, o esforço e a competência resultam em êxito. Que ser pequeno ou ser grande depende mais da sua capacidade que do seu bolso. Que há tantas relações profissionais, sociais, negociais, emocionais e pessoais no mundo, que avaliá-lo com conceitos de quase dois séculos atrás é discutir no campo teórico o que já foi discutido, elaborado, constatado, demonstrado e extinto.

Pra quem não percebeu, a burguesia move o mundo. Cura doentes, abre ruas, produz alimentos, constrói casas, distribui trabalho e renda. Só há sociedades ricas e aproximadamente iguais em oportunidades e direitos onde a burguesia se expandiu. A burguesia é tão eficaz que até criou o Estado para ajudá-la a construir um mundo melhor.

Que sejamos todos burgueses…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s